26/05/2010

Agora também na Peopleware

O principal objectivo deste blog foi desde sempre, proporcionar a todos os que pretendem aprender a utilizar esta poderosa ferramenta, desse modo, a partir de agora, para dar a conhecer este projecto a um número maior de pessoas, é possível também visualizar os vídeos tutoriais na plataforma da Peopleware, ver primeira referência aqui.

Homepage da Peopleware: http://pplware.sapo.pt/.

15/05/2010

Crash Recovery

Quando o processamento do Sound Forge é interrompido de forma anormal, como por exemplo, uma falha de energia, todos os ficheiros não salvos são recuperados. Se um ficheiro de som é aberto normalmente, o Sound Forge automaticamente cria um ficheiro temporário com a extensão tmp, este ficheiro é usado para guardar todas as alterações efectuadas (o ficheiro original não é alterado até que seja guardado).

No caso de o Sound Forge detectar que existe um ficheiro temporário aberto, o utilizador será avisado de que o encerramento do programa ocorreu de modo inválido e irá recuperar as alterações a partir dos ficheiros temporários.

12/05/2010

Barra de ferramentas Effects

A barra de ferramentas Effects é onde se encontram os efeitos utilizados para modificar os ficheiros de áudio.


Acoustic Mirror…
– permite utilizar “assinaturas acústicas”, isto é, as características das alterações que ambientes ou dispositivos efectuam sobre um som original;

Amplitude Modulation…
– aumenta ou diminui a amplitude do áudio;

Chorus… – adiciona ao ficheiro de áudio um efeito semelhante a uma música tocada dentro de um túnel ou cano;

Multi-Tap Delay – criar vários delays simultâneos com tempos diferentes;

Simple Delay… – atribui eco ao ficheiro de áudio;

Distortion… – usa-se para distorcer o som;

Graphic Dinamics… – serve para corrigir pequenos pedaços que têm mais ou menos volume do que o desejado;


Multi-Band Dinamics… – esta opção permite trabalhar individualmente em cada banda do ficheiro de áudio, sendo possível aumentar o volume e equalizar o som;

Envelope…
– cria efeitos de volume;

Flange/Wha-Wha… – acrescenta aos ficheiros de áudio uma espécie de vibração;

Gapper/Snipper…
– os efeitos deste botão mudam completamente o som; eles acrescentam pequenos cortes, aumentam ou diminuem a velocidade do som aliado a outra espécie de distorção, é uma excelente opção quando se deseja modificar a voz;

Noise Gate… – é um bloqueador de ruídos, embora pouco eficiente, corta partes do ficheiro de áudio que são tidos como ruídos;

Pitch Bend… – esta opção faz com que o ficheiro de áudio siga a linha do gráfico, este efeito é bastante interessante criando simulações usadas em várias rádios;

Pitch Shift… – permite alterar a velocidade em que o som é reproduzido; aqui se podem fazer os famosos efeitos de voz “lenta” e voz “rápida”, muito usados em rádio e televisão;

Reverb – é produzida uma reverberação no som, dando características de que ele foi gravado em locais específicos;

Vibrato… – acrescenta vibrações diferentes das já descritas, cria algo semelhante a um disco de vinil: está a tocar e se gira para frente e para trás rapidamente;

Wave Hammer… – tem o efeito de compressor e maximizar o volume.

10/05/2010

Barra de ferramentas Process

A barra de ferramentas Process possui várias ferramentas importantes para controlo do áudio.


Auto Trim/Crop…
– guarda determinadas partes do som eliminando o resto, é útil para ficheiros que possuem um grande espaço no início e no fim do áudio;


Bit-Depth Converter – tal como o seu nome indica, permite a conversão do bit-depth, isto é, possibilita a alteração dos níveis de informação capturada;

Channel Converter – faculta o controlo individual das características de cada canal;

DC Offset – ajusta e remove pedaços de áudio que não se encontrem ajustados;

Grafic EQ… – é o primeiro dos três modelos de equalizadores presentes no Sound Forge, é o mais usado por ser o mais simples, permite a criação do efeito envelope e também a aba 10 band que é o mais rápido e prático de mexer como 20 band que permite maior precisão;

Paragraphic EQ… – é o segundo equalizador do Sound Forge, usado mais a nível profissional, consente um maior equilíbrio das suas frequências;

Parmetric EQ… – é o último equalizador que possibilita a aplicação de filtros e efeitos automáticos;

Graphic EQ… – permite criar um fade personalizado, isto é, escolher como se comportará o volume;

Fade In – o volume do ficheiro de áudio vai aumentando, utiliza-se no inicio do áudio;

Fade Out – o volume do ficheiro de áudio vai diminuindo, usa-se no final áudio;

Insert Silence… – insere um trecho de silêncio onde se encontra o cursor do rato, o tamanho do trecho pode ser configurado;

Invert/Flip – inverte a trilha de áudio em relação à linha de base;

Mute – deixa sem som a parte seleccionada;

Normalize… – permite a normalização do gráfico, isto é, deixa o gráfico mais ou menos do mesmo nível;

Pan/Expand… – faculta efeitos entre canais;

Resample… – muda a taxa de amostragem;

Reverse – inverte a trilha, ou seja, o início vai para o fim e o fim para o início. Reproduzindo o som será tocado de trás para frente;

Smooth/Enhance… – torna o áudio mais “suavizado” ou mais “brilhante”;

Time Scretch – diminui ou acelera a velocidade do som no trecho seleccionado;

Volume – permite aumentar ou diminuir o volume de um ficheiro, não se deve aumentar o volume demasiado, pois a qualidade perde-se.

06/05/2010

Barra de ferramentas Transport

A barra de ferramentas Transport contém os botões necessários para reproduzir o ficheiro de áudio.
Record (Ctrl+R) – este comando abre a janela de gravação, para que se possa gravar um novo material de áudio;

Loop Playback (Q) – activa o modo de repetição contínua (loop) no playback;

Play All (Shith+Espaço; Shith+F12) – Este comando reproduz o áudio da janela activa, começando no início, dependendo da posição do cursor;

Play (Espaço) – este comando faz reproduzir o ficheiro, do ponto onde se encontrar o cursor;
Pause (Enter; Ctrl+F12) – este botão faz parar a reprodução (playback) do áudio, mantendo o cursor no ponto em que pára.

Stop (Espaço) – este comando faz parar o ficheiro de áudio quando se encontra em reprodução;

Go To Start (Ctrl+Home) – este comando faz o cursor voltar para o inicio do áudio da janela activa;

Rewind – esta opção faz voltar/retroceder o cursor, take a take ;

Forward
– faz o cursor avançar take a take no áudio da janela;

Go To End (Ctrl+End) – este comando faz o cursor parar no fim do áudio.

04/05/2010

Barra de ferramentas Standard

A barra de ferramentas Standard é mostrada por defeito quando o Sound Forge é iniciado, contém, os botões das aplicações mais utilizada.

New (Ctrl+Shift) – a opção New abre uma nova janela (vazia) para gravação e edição;

Open… (Ctrl+O; Ctrl+Alt+F2) – este comando é utilizado para abrir um novo ficheiro, do disco rígido ou de outro dispositivo de armazenamento como: Pen Drive, Zip drive, DVD-ROM, etc;

Save (Ctrl+S; Alt+Shift+F2) – este botão permite gravar no disco o áudio da janela activa.

Save As… (Alt+F2) – permite ao utilizador escolher o nome, destino e formato no qual deseja guardar o ficheiro de áudio;

Render As… (Alt+F3) – faz o render do projecto actual em ficheiro de média;

Publish… – abre o assistente de publicação de forma a publicar os ficheiros na Web;

Cut (Ctrl+X) – este comando remove (“corta”) a selecção do áudio, e coloca-o no clipboard. Só actua se houver uma parte de áudio seleccionada, e o conteúdo do clipboard é substituído após a sua colagem (“opção colar”) ou substituído por um novo Cut;

Copy (Ctrl+Insert; Ctrl+C) – esta opção copia para o clipboard a área de áudio seleccionada;

Paste (Shift+Insert; Ctrl+V) – esta opção copia do clipboard para o ponto onde se encontrar o cursor da janela activa. Se houver uma nova área seleccionada o comando efectua a troca no respectivo espaço escolhido;

Paste Mix… (Ctrl+M) – insere uma cópia do clipboard no ponto em que estiver o cursor, “mixando” (misturando) com o conteúdo original do ficheiro;

Play From Clipboard – reproduz o áudio que está no clipboard;

Trim/Crop (Ctrl+T) – remove todos os dados do ficheiro do áudio, excepto a área seleccionada. Este comando não terá efeito se não houver partes seleccionadas e não grava os dados para o clipboard;

Undo (Alt+Back; Ctrl+Z) – desfaz a última operação realizada;

Redo (Ctrl+Shift+Z) – refaz a última operação praticada;

Repeat (Ctrl+Y; F4) – repete a última operação ou comando executado;

Editing Tool (Ctrl+D) – ferramenta utilizada para marcar trechos. Uma vez seleccionada esta ferramenta, basta clicar e arrastar o rato sobre o áudio até ao que deseja marcar;

Magnify Tool – botão usado para ampliar ou reduzir as ondas do áudio. Para ampliar clique e arraste o rato sobre o trecho da janela, que será ampliado. Para reduzir, clique duas vezes sobre o áudio;

Pencil Tool – esta ferramenta é utilizada para desenhar manualmente o sinal de áudio. Esta opção só é permitida depois de efectuar um ou mais zooms;

Envelope Tool – selecciona a ferramenta de envelope.